Tuishou é um método de treino que permite ao praticante de Tai Chi Chuan adquirir atributos específicos da arte marcial do Tai Chi Chuan.

O Tuishou é um exercício para treinar os princípios fundamentais da luta das artes internas, que fomentam a sensibilidade, controlo do centro de gravidade do oponente, utilização da força e intenção do adversário contra ele próprio.


Também é chamado de Sanshou Educado, no sentido de que não havendo batimentos os dois adversários podem medir forças com uma reduzida probabilidade de se magoarem. 


Na prática do Tuishou os oponentes têm as cinco decisões durante o combate

1. Intercepção do ataque
2. Ficar ou Seguir
4. Dissipar ou conduzir
5. Empurrar

No caso da prática de passos fixos, quem tirar os pés marcas perde um ponto. No caso da prática de tuishou de passos livres será quem sair da área circular de competição

História

O Tuishou  é o equivalente ao sparring controlado do Sanda mas aplicando as técnicas e principios das artes internas do Kung Fu, tais como o Tai Chi, Ba gua e Xing Yi. e também de estilos híbridos tais como o Louva-a-Deus do Norte (Tang Lang).  Tuishou é um termo genérico, mas sendo especifico com os termos nas artes internas chinesas, o Tui shou (Mãos colantes) em combate real transforma-se no Chao Shou (Mãos em turbilhão ou avalanche). Um Mestre de Tai Ji uma vez disse "Tuishou mei you yong, Chao shou bi jiao hao", que quer dizer que o tuishou não tem aplicação o Chao Shou é a verdadeira luta. Na verdade o tuishou é um jogo, um exercício que serve de base, tal como o sparring desportivo não representa as técnicas mais eficazes de luta, mas sim as que permitem a troca de desportiva de golpes com reduzida probabilidade de lesões.

O objectivo do exercício é treinar a sensibilidade e criar um novelo de algodão. em que o oponente sente os braços do praticante como se fosse uma nuvem em que não sente a intenção do adversário. Quando um praticante de tuishou toca no seu adversário, este deverá sentir um vazio de força sem saber para onde atacar. O praticante de tuishou, desta nuvem de algodão, poderá lançar ataques fulminantes, fazendo com que estes sejam como agulhas dentro do algodão.

Enquanto que em exercício controlado os praticantes passam muito tempo sem exercer força, por forma a dominar as técnicas mais suaves das artes do Kung Fu Interno, na aplicação real em combate, o tuishou deve ser usado apenas nos micro instantes iniciais em que as mãos dos advaersários se tocam. O tuishou bem aplicado, permitirár ao praticante ter uma técnica superior no Clinch de Boxe e de Sanda.

Resumo técnico

4 Técnicas base - Peng Lu Ji Han
  • Peng – Empurrar para fora – Manter a distância com o oponente ou interceptar o ataque
  • Lu  - Dissipar para trás – Dissipar a força que chega para fora da linha central do defensor
  • Ji – Pressionar – Num ponto com uma mão ou as duas mãos
  • An – Empurrar o adversário com as duas mãos  
4 Técnicas auxiliares - Cai Lie Zhou Kao
  • Cai – Puxar – Puxão abrupto, abrindo a mão imediatamente
  • Lie – Separar – Usar um momento de alavanca puxando num ponto e empurrando noutro
  • Zhou – Cotovelo – Ataque ao cotovelo - Controlo do cotovelo
  • Kao – Ombro – Batimento de ombro no corpo do adversári

Técnicas Avançadas 
  • Tiao – Levantar - Voar em diagonal
  • Tuo– Levantar atrás (depois da aplicação de  Lu)
  • Cuo – Tocar no corpo do adversário e enrolar causando Empurrão em espiral (obliquo)
  • Dai – Dissipar corpo depois de Lie
  • Ling – Guiar/Conduzir o corpo do adversário(com agarrão, mas não fecha a mão - guia o movimento)
 Técnicas de pernas no Tuishou
  • Guo – Gancho – Enganchar a perna do adversário
  • Ban – fazer “Lie” com os braços e aas pernas (criar um ponto de pivot com a perna e empurrar com as mãos que estão a agarrar o corpo
  • Cheng – Empurrar perna do adversário, colocando a nossa por dentro, separando as dele

 

 

 

Trabalho de pés (footwork):
O trabalho de pés nas artes internas difere do típico saltitar do Sanda/Boxe, sendo sempre com as planta dos pés junto ao chão e um enraizar do centro de gravidade. O objectivo é sempre manter a estabilidade em movimentação trocando por menor velocidade. No Tuishou desenvolve-se essencialmente em três fases de aprendizagem:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Go to top