Bemvindo à A.P.K.F.X.W

AlunosIST

A Associação Portuguesa de Kung Fu Xuan Wu Xuan, tem sido uma das Associações com grande influência no panorama da modalidade nacional nas últimas duas décadas, tendo sempre participado em actividades de promoção da cultura e da amizade Luso-Chinesa.


Ao longo dos anos a APKFXW participou em dezenas xibições e provas desportivas, como por exemplo: 

  • 3 elementos na selecção Nacional de Wushu (João Horta, Daniel David e Mafalda Costa)
  • organização de 5 Campeonatos Regionais Sul da FPAMC
  • Sete marravilhas do Mundo da TVI, Programas da RTP, SIC
  • Torneios Inter-associativos
  • I Campeonato Nacional da APKFXW
  • Co-organização de outros torneios e eventos de promoção da arte marcial chinesa, com associações de Kung Fu em território nacional e na China, assim como com outras associações de artes marciais.
  • Xing Yi Quan

    Xingyiquan é um sistema interno, composto por posturas simples e relaxadas mas mais tensas que no tai chi chuan. O objectivo é treinar um relaxamento capaz de se transformar numa explosão de energia atacando o centro do oponente, como se de um comboio se fosse um comboio  .

     
  • Tai Chi Chuan

    O Tai Chi Chuan é uma arte marcial interna, de origem chinesa. Seu estilo é suave, e favorece o relaxamento muscular, ao contrário da maioria das artes marciais, que tem como objetivo a agilidade e a maior tensão dos músculos.

     
  • Mais Saúde com Qi Qong

    Método de relaxamento e treino de respiração e de desenvolvimento da bio-energia (Qi) que é o conceito base da medicina tradicional .

Eis o único Monge com um MBA do mundo, que promove o templo de Shaolin como se de uma empresa se trata-se, segundo alguns

Embora muitos conheçam o Templo Shaolin, na China, famoso pela sua associação com o kung fu, pouco se sabe sobre o misterioso abade que transformou o mosteiro budista num empreendimento de sucesso global.

A única certeza sobre o Grande Mestre Shi Yongxin é que ele não é um monge vulgar. A começar pelo facto de ter um MBA (mestrado em administração de negócios) – foi o primeiro monge budista chinês a obter esta qualificação académica.

Os estudos em administração ajudaram Yongxin a comandar a modernização do Templo Shaolin, fundado há 1.500 anos e que hoje funciona como um negócio. A ponto de Yongxin frequentemente ameaçar com processos centros de artes marciais ao redor do mundo que usem indevidamente o nome do templo.

Localizado nas montanhas de Henan, a sul de Pequim, o Templo Shaolin ganhou fama pela habilidade marcial dos seus monges, que inspirou livros, filmes e até um musical na Broadway. Os monges apresentam-se em palcos mundo afora num conhecido espectáculo de artes marciais.
O abade, porém, também desperta críticas na China pelo que é interpretado como uma excessiva comercialização das actividades do templo.
Segundo relatos, o monge teria carros de luxo e usa um iPad. Nos media sociais chinesas, circulam rumores de contas bancárias secretas, mansões em países ocidentais e de que teria mulher e filho.

Numa recente passagem por Londres, quando perguntado directamente sobre esses rumores, respondeu de forma enigmática: «Se essas coisas são um problema, já ter-se-iam tornado num problema».

Na mesma entrevista, o monge recusou-se também a demonstrar os seus conhecimentos de kung fu.

Aos 49 anos, ele diz estar «muito velho para este tipo de coisa» e que não se tem exercitado com frequência.

Isso não deveria causar surpresa, pois o Grande Mestre passa boa parte do seu tempo a viajar. Nos últimos anos, promoveu uma expansão das actividades do templo, que hoje tem filiais nos EUA e na Europa.

Yongxin tornou-se uma celebridade e foi fotografado juntamente com políticos. E, a exemplo do que fazem muitos políticos mais experientes, consegue encontrar saídas para perguntas mais polémicas, como na recente indagação para que revelasse as actividades financeiras do Templo Shaolin – recusou-se a fazê-lo, dizendo que isso teria implicações para outros templos budistas.

Talvez seja mesmo mais apropriado chamar Yongxin de CEO do templo, do que de abade.

fonte: diariodigital.sapo.pt como visto em portaldekungfu.com 

Categoria: Artigos gerais

  • Chang Quan da etnia Hui (Tan tui e Cha Quan)

    A etnia chinesa muçulmana Hui, desenvolveu um sistema de punho longo que tem uma elevada reputação no seio do Shaolin do Norte da China

     
  • Chinês 96 anos derrota ladrão

    Mestre na arte marcial, o idoso derrubou bandido que tentou furtar a sua carteira com um golpe nos ombros.

     
  • Futura escola em Tomar

    O Mestre Wu Xuan mudou-se para a aldeia de casais - Tomar, onde vai passar a residir e a ministrar cursos e aulas diretamente da sua residência.

Categoria: Artes internas

  • Tai Chi Chuan

    O Tai Chi Chuan é uma arte marcial interna, de origem chinesa. Seu estilo é suave, e favorece o relaxamento muscular, ao contrário da maioria das artes marciais, que tem como objetivo a agilidade e a maior tensão dos músculos.

     
  • Tui shou o combate suave

    Tuishou é um método de treino que permite ao praticante de Tai Chi Chuan adquirir atributos específicos da arte marcial do Tai Chi Chuan.

     
  • Mais Saúde com Qi Qong

    Método de relaxamento e treino de respiração e de desenvolvimento da bio-energia (Qi) que é o conceito base da medicina tradicional .

Go to top